Fala Colniza/MT – Aqui o Povo de Colniza Tem Voz!!!

Print Friendly

Fala Colniza/MT

Uma denúncia, uma festa, um carro em cima da calçada, um lixo, um buraco, barulho do vizinho, a água que não chega, um flagrante. Aqui você faz a notícia.

Você que está cansado(a) de sofrer, de ver os descasos da Administração Pública e não poder contar nada para ninguém o que acontece. Chega agente não quer enrolação, quer solução. Se você é gente como gente, que não aceita estas injustiças, este é o seu espaço. Seja bem vindo(a), queremos saber o que Você tem a dizer.

Atenção:

Para colaborar com o Fala Colniza! Você deve preencher o formulário para envio de textos, fotos, aúdios ou vídeos. Preencha todos os campos corretamente. Recomendamos, o envio de fotos ou vídeos para comprovar a veracidade das denúncias e notícias que chegam. É muito importante não deixar de mencionar o endereço eletrônico e telefone de contatos corretos. Caso haja interesse, a equipe do O Pantanal Online pode entrar em contato antes de publicar o material enviado. Ao clicar no botão enviar, você está autorizando a publicação do material pelo Site O Pantanal OnLine.

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Dúvidas e Informações: Renatopantanal@opantanalonline.com

 

Displaying 6 Comments
Have Your Say
  1. silvino disse:

    ola pantanal bom dia, faça uma enquete para vereadores do município de colniza meu amigo. grato. abraço.

  2. claudio colla disse:

    ja passei uma temporada em colniza, tenho irmão que mora neste municipio joao colla e meu sobrinho Dr.Robson medeiros e amigo maurao da faz. paredão.

  3. claudio colla disse:

    quem sabe ,depois da copa sobre um pouco da verba do governo,para arrumar estradas ,colegios creche, para tantas crianças que sao o futuro desta nação de policos coruptos ipócritas, ; eu sou do MS.más sou solidário com quem vive trabalha educa seus filhos neste lugar, onde politicos só lembra em época de campanha, deixo aqui o meu repúdio a este tipo de gente, um abraço bem forte a estas pessoas trabalhadoras desta nação forte .

  4. adulto disse:

    O secretário de educação do município de Aripuanã / MT, Valmir Faoro, é acusado pelo Ministério Publico Estadual de pratica de Ato de Improbidade Administrativa, por realizar a distribuição de bolsas de estudos sem observar os princípios da impessoalidade, a que se impõe a Administração Publica, desrespeitando o direito de igualdade e utilizando a maquina publica para lograr proveito pessoal e de pessoas próximas a ele.

    O Ministério Publico representado pela promotora de justiça Dra. Luciana Fernandes, deu inicio às investigações em outubro de 2013, logo que teve conhecimento da tal pratica do ato de improbidade administrativa. A denuncia feita ao MP partiu dos próprios alunos do curso de Técnico de Enfermagem, que protocolam junto com a denuncia um “abaixo assinado” por vários alunos, relatando a pratica do secretario.

    As bolsas de estudos foram disponibilizadas ao município pela Escola Politec, que tem sua sede na cidade de Juína, devido um termo de cooperação firmado entre a escola e o município de Aripuanã. No acordo o município disponibilizaria o local e em compensação receberia 09 bolsas de estudos, que deveriam ser distribuídas de maneira democrática, observando-se os critérios da impessoalidade e moralidade. O que segundo o MP não aconteceu.

    Durante as investigações o Ministério Publico, confirmou a parceria entre Prefeitura Municipal de Aripuanã e Politec. E verificou-se ainda que o Secretario Faoro tentou encobrir o ato improbo por ele praticado ao distribuir as referidas bolsas de maneira pessoal, sem se ater aos princípios norteadores da administração publica.

    Ainda de acordo com o MP, o secretario Faoro, alegou descaradamente não conhecer os fatos e a maneira utilizada na distribuição das bolsas, e que, o secretario ainda faltou com a verdade perante a Promotoria de Justiça, na intenção de esconder os fatos por ele praticados.

    A conduta do secretario Valmir Faoro, foi considerada grave pelo Ministério Publico Estadual, que considerou que o ato de improbidade administrativa praticado por ele criou uma macula a imagem do município, e que, o secretario utilizou se do cargo para beneficio próprio e de pessoas próximas a ele.

    Diante dos fatos apurados o MP, representado agora pela Promotora de Justiça Dra. Nathália Moreno Pereira, entrou com uma Ação Civil Publica com pedido de liminar. Na ação o MP pede o ressarcimento integral do dano moral, no importe de 10 mil reais; a perda da função publica; a perda dos direitos políticos por cinco anos; a proibição de contratar com o Poder Público pelo prazo de 10 anos; o pagamento de multa civil, no importe de no mínimo 40 mil reais; bloqueios de contas bancárias; além dos bloqueios de bens (carros e imóveis) do secretario.

    A Ação Civil Publica foi protocolada no Fórum da comarca de Aripuanã, no dia 8 de abril, sob o nº 53.982.

    Fonte: TV Cidade
    http://aripuanaonline.com.br

  5. CIRLENE disse:

    ola!!! gostariamos que vcs nos ajudassem a cobrar as autoridades sobre o assassinato de meu pai JOAO DO CARMO SABINO em agosto do ano passado em colniZa, QUEREMOS JUSTIÇA!!!!

Leave a comment

XHTML: You can use these html tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


O Pantanal OnLine
O Pantanal OnLine
O Pantanal OnLine
O Pantanal OnLine
O Pantanal OnLine
O Pantanal OnLine
O Pantanal OnLine
O Pantanal OnLine
O Pantanal OnLine
O Pantanal OnLine
O Pantanal OnLine
.